Superaposta
Esportes Americanos

World Series 2016 e a Maldição dos Cubs

A temporada da MLB vai terminar com uma das World Series mais inusitada dos últimos anos. Chicago x Cleveland, Cubs x Indians. Pelo lado de Chicago, os Cubs não vencem a Série Mundial de beisebol há 108 anos – 71 anos sem nem frequentar a World Series. Já, em Cleveland, os Indians não chegam à conquista há 68 anos. Ou seja, teremos um grande tabu sendo quebrado ao final desta temporada do beisebol norte-americano.

Este grande confronto foi montado a partir de jogos épicos nas fases anteriores. Os Cubs tiveram o melhor registro na temporada regular, terminando com 103 vitórias e 58 derrotas. Iniciou a trajetória na pós-temporada contra o San Francisco Giants, que não perdia um confronto de playoffs há 12 anos. A classificação para a NLCS veio com a vitória no jogo 4 do confronto, fechando a série em 3 a 1. Na fase seguinte, enfrentaram os Dodgers, outra equipe que tentava voltar à World Series após anos de seca. Dois times com um grande tabu pela frente e quem levou a melhor foram os Cubs, num jogo 6 histórico, com uma atmosfera incrível no Wrigley Field.

Sinta o clima no Wriggley Field, na última entrada do jogo que deu a classificação aos Cubs
 

A “tribo” também não teve vida fácil. Iniciaram a campanha contra os Red Sox e o seu grande ataque, o melhor  da MLB. Entretanto, seu corpo de arremessadores, munido de Andrew Miller como reliever, não deu chances para a equipe de Boston e venceu com a chamada “varrida”, 3-0. Na ALCS enfrentaram os Blue Jays, donos do melhor ataque da temporada passada. Sem problemas para os pitchers de Cleveland, que tiraram de letra e levaram os Indians de volta à World Series, vencendo a série por 4 a 1.

Agora, os “índios” terão pela frente outro ataque que está em fogo. Liderado por Kris Bryant, os Cubs já mostraram muito poder de fogo nesta temporada, com outros grandes nomes como Anthony Rizzo, Dexter Fowler, Ben Zobrist e Javier Baez, que tem feito uma pós-temporada de outro mundo.

Apesar dos maiores trunfos estarem em seu corpo de arremessadores, Cleveland tem feito um ótimo trabalho ofensivo. Francisco Lindor conseguiu rebater 32% das vezes que esteve no bastão. Coco Crisp, Jose Ramirez e Lonnie Chisenhall também têm estado em grande, e todos os três estão com aproveitamento melhor que 20% no bastão. No total, o ataque dos Indians conseguiu 11 home runs na pós-temporada, enquanto seus pitches cederam apenas 5 rebatidas para fora do campo. Uma grande diferença.

Esses são alguns dos ingredientes que apimentam ainda mais essa Série Mundial. Do lado dos Cubs, têm muitos outros, como a profecia do “De Volta para o Futuro” e a maldição do bode.

Profecia um ano atrasada?

“De Volta para o Futuro” é uma das maiores trilogias da história do cinema. Todos já devem ter, ao menos, assistido a um dos filmes numa Sessão da Tarde qualquer.

No segundo filme, lançado em 1989, o personagem principal, Marty McFly, viaja até 2015. Na película, os produtores retratam várias situações e objetos que ainda não existiam na época de lançamento, com uma visão bastante futurista do que viriam ser as coisas 25 anos depois. Algumas vieram mesmo a existir – como televisões gigantes, telas planas, vídeo conferência e hoverboards. Entretanto, outras, como carros voadores, ainda não foram criados, mas também não podemos descartar..

Acontece que outra das “profecias” foi a de que o Chicago Cubs venceria a World Series de 2015. Ano passado, no entanto, os Cubbies foram eliminados na NLCS, a um passo da World Series.

Desta vez, chegaram à tão sonhada Série Mundial. Se conquistarem o título, os produtores do “De Volta para o Futuro” errarão por apenas um ano. Nada mal, já que a equipe não vence um título da MLB há 108 anos.

cubs_de_volta_para_o_futuro

Maldição do Bode

Até 1945, os Cubs se colocaram como um dos times mais vencedores da MLB. Conqusitaram duas World Series em 1907 e 1908, além de 16 títulos da National League. Entretanto, naquele ano o time de Chicago disputava a Série Mundial – a última vez até a deste ano – e iriam disputar o quarto jogo da série em casa, após ter vencido dois dos três primeiros confrontos contra o Detroit Tigers.

Antes da partida, o grego Billy Sianis chegou ao estádio com dois ingressos, um para ele e outro para um bode, seu mascote chamado Murphy. Os funcionários do estádio não deixaram ele entrar com o animal e tava formada a confusão, que foi tão grande que foi preciso chamar até o dono do time, que falou que não poderiam entrar, pois o bode era fedido.

Em 6 de Outubro de 1945, Billy Sianis e seu animal de estimação, bode Billy, foram expulsos do estádio de Chicago, Wrigley Field, durante o Jogo 4 da World Series de 1945, liberando uma maldição contra os Cubs para os próximos 60 anos!

Tradução: Em 6 de Outubro de 1945, Billy Sianis e seu animal de estimação, o bode Billy, foram expulsos do estádio de Chicago, Wrigley Field, durante o Jogo 4 da World Series de 1945, liberando uma maldição contra os Cubs para os próximos 60 anos!

Foi aí que Billy Sianis soltou a maldição: “O Chicago Cubs nunca mais vai ganhar uma World Series enquanto não deixar um bode entrar no Wrigley Field“.

Quatro dias depois, os Tigers fecharam a Série Mundial em 4 a 3 e ficaram com o título daquele ano – o último em que os Cubs disputaram uma World Series.

Para tentar acabar com a maldição, a equipe de Chicago promoveu a ida do filho de Billy, junto de um bode, ao Wrigley Field. Fizeram isso em 1973, 1989, 1994, 1997 e 1998, mas nada mudou. Os Cubbies continuaram sem ir a uma Série Mundial.

A vez que chegaram mais perto, foi em 2003, quando foram à decisão da Liga Nacional. Estavam vencendo a série melhor de sete por 3 jogos a 1. O jogo cinco, que poderia dar a vitória e carimbar o passaporte dos Cubs à World Series, acontecia no Wrigley Field, em Chicago. O time da casa vencia por 3 a 1 no início da sétima entrada, quando o dominicano Louis Castillo rebateu uma bola para o campo esquerdo, em território de “foul ball” – que não é válido, mas, caso o defensor pegue a bola sem deixar cair no chão, o rebatedor está eliminado.

Moisés Allou correu para fazer a eliminação e os Cubs dar mais um passo em direção à Série Mundial. No entanto, algo inusitado aconteceu. Um torcedor da própria equipe, na intenção de pegar a bola e levar um ‘souvenir’ para casa, acabou atrapalhando Allou. A eliminação não foi feita, o time sentiu o momento e foi derrotado por 8 a 3. Não conseguiram voltar a jogar em alto nível nem na sequência da série, e viram os Marlis vencerem a série por 4 a 3.

Obviamente, o torcedor, depois da partida, veio a ficar conhecido. Steve Bartman, que naquela noite teve de sair do estádio escoltado, para garantir sua segurança, não voltou mais ao Wrigley Field, mesmo com Moisés Allou reconhecendo que não alcançaria aquela bola e a torcida dos Cubs dizendo que Steve seria bem-vindo ao campo.

É muita maldição para um time só. Tem coisas que só acontecem com os Cubs!

Tabela de Jogos da World Series 2016

Chicago inciará a tentativa de acabar com a maldição nesta terça-feira, quando começa a Série Mundial. Fizemos uma tabela com todos os jogos da grande final, para que você não perca nada. Todos os jogos acontecerão às 22:00 no horário de Brasília.

  • 25 de Outubro, em Cleveland
  • 26 de Outubro, em Cleveland
  • 28 de Outubro, em Chicago
  • 29 de Outubro, em Chicago
  • 30 de Outubro, em Chicago
  • 1 de Novembro, em Cleveland
  • 2 de Novembro, em Cleveland
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Superaposta

Copyright © 2018 SuperAposta

Topo